6 de fevereiro de 2014

...

"... Porque bondade que nunca repreende não é bondade, é passividade.
Porque paciência que nunca se esgota não é paciência, é subserviência.
Porque serenidade que nunca se desmancha não é serenidade, é indiferença.
Porque tolerância que nunca replica não é tolerância, é imbecilidade."


2 de outubro de 2013

Oração do dia.. do mês.. da vida!...

"Que a gente saiba apreciar as pequenas vitórias. E não esqueça que o pensamento é a chave do bem-estar. Que a gente cuide da saúde e da alma. E gaste energia somente no que faz bem. 
Que a gente fique de olhos e ouvidos abertos. E não se deixe levar por fofoca ou intriga. 
Que a gente passe a se preocupar com o que tem fundamento. E deixe pra lá o que não acrescenta ou faz bem. 
Que a gente entenda que o silêncio é de ouro. E que nem sempre o que sai da nossa boca é bem interpretado ou visto. 
Que a gente comece a cuidar mais da própria vida. E exercite um pouco aquele egoísmo saudável. 
Que a gente vá até onde a força permitir. E perceba que sempre resta um pouquinho de força. 
Que a gente ame sem pedir em troca. E perceba o quanto isso é reconfortante. 
Que a gente tenha mais paciência. E perdoe os erros. Que a gente obedeça o coração. E não esqueça que é preciso manter pelo menos um pé no chão. 
Que a gente ache o caminho. Que a gente mantenha um sorriso na boca. E não esmoreça quando a vida fechar uma porta. 
Que a gente entenda que não dá pra abraçar o mundo. Mas dá pra abraçar algumas pessoas e fazer a diferença." 

- Clarissa Corrêa


14 de agosto de 2013

É cedo ou tarde demais...

Numa conversa com uma amiga, ela me escreveu o seguinte: 
- "Nem sempre nos damos conta do ritmo da nossa vida, que é, muitas vezes, alucinante e quase enlouquecedor. E a vida tem, também, o ritmo que nós impomos. Não podemos parar o mundo, mas podemos parar a nós mesmos. E tanto o acelerador quanto os freios deveriam estar sob o nosso controle. Mas nem sempre estão... Bom jogador não é aquele que ganha sempre, mas aquele que sabe quando parar..."
E eu fiquei pensando... Nem sempre nos damos conta mesmo da nossa própria vida, né?!... nem dos nossos atos, das consequências, de tudo que acontece a nossa volta, seja porque escolhemos isso ou aquilo ou porque não escolhemos nada... e por mais que a gente queira mudar tudo e todos, só temos poder, de verdade, sobre nós mesmos e olhe lá!... muitas vezes não conseguimos nem mesmo nos dar conta disso...


8 de agosto de 2013

...



22 de julho de 2013

...

Essa é uma verdade...
Tudo aquilo que nos incomoda, também nos faz um pouco infeliz...