9 de dezembro de 2005

...

AMOR x DESEJO
Para amar alguém é preciso controlar o próprio desejo. Não devemos ter a ilusão de estar "amando" alguém quando, na realidade, estamos nos aproveitando dele para satisfazer nosso desejo.
Reflita sobre o que é mais importante para você: se o seu próprio desejo ou o destino e a felicidade do outro.
Se conclui pela primeira alternativa, não chame esse sentimento de amor. Mas, se a resposta é a segunda, você é capaz de conter o próprio desejo.
Não se esqueça jamais de que o amor pertence ao espírito, e o desejo ao corpo carnal.

PAIXÃO x AMOR
A paixão é um sentimento exclusivista, restrito a duas pessoas. Mas o amor não tem necessariamente essa restrição. Ele pode se expandir, tomar a forma de amor à pátria, à humanidade ou mesmo a todos os seres viventes.
A paixão encerra elementos de fantasia. Quando um não consegue apreender como o outro realmente é, cria em sua mente uma imagem fantasiosa e se apaixona por ela. É por isso que, após o casamento, esse sentimento se extingüe e transforma-se em amor.
Costuma-se dizer: "acabou-se de vez uma paixão de cem anos". Esse sentimento compartilhado, com o tempo, transforma-se no verdadeiro "amor que dá", ou seja, num amor sublime.


Nenhum comentário :