27 de janeiro de 2006

Paz...

Chove lá fora.
E eu aqui, na frente desse computador, tecendo as palavras que me invadem a mente, ocupando meu tempo, consumindo minha energia.
Queria um momento de paz! De paz absoluta! Paz de alma, corpo e coração! Paz para ser, simplesmente ser!!
Queria um momento de silêncio total! De silêncio pra ouvir o nada, o vácuo.. pra não ouvir essa voz contínua e insistente que fica a tagarelar dentro de mim, repetindo tudo, como se fosse um eco dos meus sentimentos, como se fosse preciso repetir pra eu sentir...


Um comentário :

Pedro Lima disse...

Não tolero, não tolero o fato de não poder falar contigo! Dói-me n'alma amargo e tórrido esse arrastar incessante de tristeza que a vida me impõe dominadora! Estou sob uma tirania!
Mas ainda espero que, na curva do caminho, hemos de nos encontrar!

Somente beijos e saudades!
27/01/06 - 16:41