2 de agosto de 2006

Pathy, Chris e Rogério

"A saudade é um trem de metrô subterrâneo obscuro escuro claro
é um trem de metrô...
A saudade é prego parafuso quanto mais aperta tanto mais difícil arrancar
A saudade é um filme sem cor que meu coração quer ver colorido...
A saudade é uma colcha velha que cobriu um dia numa noite fria nosso amor em brasa
A saudade é Brigitte Bardot acenando com a mão num filme muito antigo..."


Nenhum comentário :