29 de junho de 2011

É complicado dividir uma vida (?)

Outro dia vi na TV um casal de velhinhos comemorando bodas de diamantes, se eu não me engano. Isso quer dizer 75 anos juntos... e aí parei pra pensar a respeito...

Qual será o segredo pra se viver tanto tempo junto com quem se ama? Quantas histórias mal contadas ou quantos sonhos desfeitos existem numa relação tão duradoura? Quantas mudanças aconteceram numa vida vivida a dois por tanto tempo? Terá sido imposições da sociedade, de custumes, de criação dessa geração que fez com que eles não se separarem? Ou terá sido mesmo o AMOR que os uniu por toda a vida?

Hoje em dia isso é tão raro... Vejo a busca intensa por novos sentimentos, novas paixões, novas emoções ser tão mais imperativa... Será isso também imposição dessa nova cultura social, onde tudo é livre, é permitido? onde os direitos devem ser iguais, o comportamento deve seguir as tendências da moda, das estações do ano, das fases da lua? A única vez que ouvi de alguém: "quero ficar velhinho com vc!" foi há muito tempo, 10 anos ou mais, e naquela época ainda ouvi mais pessoas dizerem isso umas às outras, mas de lá pra cá ouço cada vez menos histórias de amor... e menos ainda com final feliz...

E isso foi o que alguém escreveu a respeito na net:
"A gente tem anseios, receios, bloqueios. A gente fala muito e às vezes cala também. A gente dá muita importância à pequenas coisas e deixa passar grandes fatos. Há gostos e desgostos. Sorrisos... Nos relacionamentos modernos existe uma falta de encaixe, uma pequena peça que se perdeu e que é tão difícil encontrar. Imcompatibilidades existem e acabam destruindo, obscurecendo um lado incandescente da vida. De um lado impera o desejo de ir certo, guiado pela sensibilidade ou pela compreensão. Do outro, pode não haver retorno ou simplesmente não existir nada para se ofertar. Não é fácil cuidar de dois corações... (Con)viver junto do amor, requer paciência e principalmente, tolerância"...

- Espero que todos encontrem o amor, assim como eu encontrei o meu... uma vida sem amor não tem graça nenhuma!


Nenhum comentário :