12 de fevereiro de 2007

um outro dia qualquer...

se fosse um outro dia qualquer o telefone iria tocar, mas hoje não, hoje não...
não depois das palavras ásperas que ela disse, não depois das insistências dela nessa história sem sentido...

se fosse um outro dia qualquer uma msg iria chegar, mas hoje não, hoje não...
não depois de tantas não lidas, não depois do descaso e indiferença, não depois de tanta insistência dele em dizer que não importa...

se fosse um outro dia qualquer essa história seria de amor, de vida longa, de lágrimas e risos, de carinhos e brigas, de sonhos e planos, de filhos e netos...
mas hoje não... hoje é só mais um dia qualquer na imensidão desse silêncio que devora e alimenta, que distancia, que afasta, que aumenta o abismo entre seus corações...


Nenhum comentário :