25 de janeiro de 2007

Imagens e Palavras

Domingo passado eu fui visitar o espaço Itaú Cultural, pra conhecer.
A programção do dia: exposição Primeira Pessoa.
Apesar de respeitar o espaço e talento dos outros, confesso que não gostei da exposição.
No primeiro salão tem zilhões de fotos antiguíssimas de uma mulher, e o cheiro de mofo era insuportável. E logo depois fotos de Rodrigo Braga, que embora tenha tido uma idéia e tanto, não me agradaram em nada. Mas no tablóide que "explicava" a exposição colocado junto às fotos, uma frase me chamou a atenção:

"Para nos reconhecermos num retrato - ou num espelho -,
imitamos a imagem que imaginamos
que os outros enxergam em nós".

- Peggy Phelan


22 de janeiro de 2007

Parabéns São Paulo

O aniversário de 453 anos de São Paulo será comemorado com os mais diversos eventos.
Um grande momento será o show dos Mutantes que, após longa turnê pela Europa e Estados Unidos, apresentam-se no País pela primeira vez com Zélia Duncan no Parque da Independência, em frente ao Museu do Ipiranga. Diante de um dos mais imponentes cartões postais da cidade, os pernambucanos do Nação Zumbi e Tom Zé serão os responsáveis pela abertura do evento, que começa às 16h.

Mercadão 24horas
Repetindo o sucesso do ano passado, o tradicional Mercado Municipal ficará novamente aberto 24 horas do dia 24 para o dia 25. As atrações terão inicio às 21h do dia 24 e contarão com apresentações de chorinho, dos Trovadores Urbanos e queima de fogos. Já no dia 25 o evento “São Paulo que Amanhece Trabalhando” terá muita música brasileira como o show dos Demônios da Garoa, Oswaldinho Viana e Marisa Viana, Celma e Célia e Zé Domingos.


Bolo de 453 metros
Fiesp e o Senai presenteiam a cidade com o tradicional Bolo do Bixiga, que terá 453 metros de comprimento.

Programação Completa Aqui!


21 de janeiro de 2007

Raiva

A raiva é uma emoção extremamente destrutiva e frustrante,
que nos afasta de nós mesmos, causando separação e angústia...

O monge vietnamita Thich Nhat Hanh, que já foi indicado ao prêmio Nobel da Paz, analisa aqui essa emoção tão difícil e tão presente em nossa sociedade... ele nos mostra que ter raiva é sofrer e que cabe a nós mesmos a tarefa de aliviar este sofrimento. - "A melhor maneira de fazer isso não é combatendo nem extravasando nossas emoções. Precisamos passar por uma transformação que nos torne mais conscientes."

“A condição básica para a felicidade é a liberdade. Não estamos nos referindo aqui à liberdade política, e sim à liberdade que conquistamos quando nos libertamos da raiva, do desespero, do ciúme e das ilusões. Buda os descreve como venenos. Enquanto eles estão no nosso coração, é impossível ser feliz... Se aprendermos a cuidar do nosso sofrimento, alcançaremos a paz e poderemos ajudar outras pessoas a fazer a mesma coisa.”


19 de janeiro de 2007

tu estás onde escolheste...

"Nasceste no lar que precisavas, vestiste o corpo físico que merecias, moras onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com teu adiantamento.
Possuis os recursos financeiros coerentes com as tuas necessidades, nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.
Teu ambiente de trabalho é o que elegeste espontaneamente para a tua realização.
Teus parentes, amigos são as almas que atraíste, com tua própria afinidade.
Portanto, teu destino está constantemente sob teu controle.
Tu escolhes, recolhes, eleges, atrais, buscas, expulsas, modificas tudo aquilo que te rodeia a existência.

Teus pensamentos e vontade são a chave de teus atos e atitudes... São as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivência.
Não reclames nem te faças de vítima. Antes de tudo, analisa e observa. A mudança está em tuas mãos.
Reprograma tua meta, busca o bem e viverás melhor.
Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um Novo Fim."

- Chico Xavier


17 de janeiro de 2007

Conselho de Bisa

Adolescente suporta quase tudo, mas conselho de vó não dá, né!?! e de bisavó então?! nem pensar!!
Mas minha bisavó costumava bater sempre na mesma tecla, costumava dizer sempre uma coisa, que, se na época era inútil, hoje faz mais sentido que muita coisa que escuto por aí...
Ela sempre dizia que numa relação (seja de amor, de carinho, de amizade, de irmãos, de pais e filhos...) não se dorme em cima de briga. Qualquer discussão, por menor que seja, deve ser resolvida naquele momento... no dia seguinte as chances dela virar uma mágoa são muito grandes, e raiva passa, mas mágoa não...


16 de janeiro de 2007

Instantes

"Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não: quero é uma verdade inventada.
O que te direi? Te direi os instantes."

- fragmentos de Água Viva, Clarice Lispector


15 de janeiro de 2007

Marg. Pinheiros - Obras do Metrô

Há 3 dias não se fala outra coisa na TV, nos jornais e revistas, nas ruas, senão a cratera aberta nas obras do metrô na Marginal Pinheiros. E essa foto foi tirada por um amigo meu que trabalha no prédio do Editora Abril.
"Detalhe do que aconteceu e foto do mesmo lugar em que eu e o Chico estávamos!. A Abril mandou uma nota pra gente dizendo, entre outras coisas, "fiquem tranquilos até o próximo laudo"..."


13 de janeiro de 2007

É muito fácil perder a confiança em si mesmo...

Àvezes as coisas ficam meio obscuras, né?... Os dias ficam sem-graça... Da a sensação de que o presente parece não projetar um futuro bom e a tendência natural é você se deixar dominar pelo medo da incerteza? - Não permita que isso aconteça!! Não se esconda! Confie em você!, em seus sentimentos, em sua capacidade. Encare as adversidades de frente,
com a certeza de que você pode passar por elas e sair vitorioso!
Você só precisa perceber que se estiver na estrada errada, deve procurar a certa. Você nunca vai chegar aos seus objetivos se continuar a seguir o caminho errado... Portanto, se você pegou a estrada errada, mude! Corra atrás da sua felicidade!!


12 de janeiro de 2007

...

Pode ser que um dia deixemos de nos falar. . .
Mas, enquanto houver amizade faremos as pazes de novo.


Pode ser que um dia o tempo passe. . .
Mas, se a amizade permanecer, um do outro há de se lembrar.


Pode ser que um dia nos afastemos. . .
Mas, se formos amigos de verdade, a amizade nos reaproximará.


Pode ser que um dia nos afastemos. . .
Mas, se ainda sobrar amizade, nasceremos de novo um para o outro.


Pode ser que um dia tudo acabe. . .
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente,
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.


Há duas formas para viver sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.


Albert Einstein - 1879/1955


11 de janeiro de 2007

novas versões inclusas

Obvious um olhar mais demorado...

Crocante fotolog
art.transindex.ro
Karaboutch's photos
Sorriso Cativante
Cidade Mágica


10 de janeiro de 2007

Evolução?

"Antigamente, na praça principal, as pessoas se aglutinavam entre cotoveladas e fezes de porco para conseguir um melhor ângulo do espetáculo.
Hoje, assistem tudo confortavelmente na hora do jantar."

- não sei quem é o autor...


8 de janeiro de 2007

Do you?

Do you ever question your life?
Do you ever wonder why?


6 de janeiro de 2007

Saudade


5 de janeiro de 2007

Esmola - hipocrisia e violência

Eu vou de gol - grande ônibus lotado - trabalhar, e quase todo o dia a cena se repete: alguém pedindo dinheiro!... Cena que me revolta, em todos os sentidos!
É prova de hipocrisia, de quem pede, de quem dá, de quem não dá...
É constrangedor pra quem pede e pra quem é pedido. É uma violência contra todos!
Quem pede, nada ganha a não ser mais revolta, mais indignação, mais desprezo, mais raiva e mágoa das pessoas, do mundo, de si próprio.
Quem recebe o pedido, por mais indiferente, egoísta, egocêntrico que seja, se sente impotente, mesquinho, torturado pela miséria que o rodeia.
Miséria sim, miséria de alma, de corpo, de coração, de amor ao próximo, de amor a si próprio...


3 de janeiro de 2007

Ninguém mais...

"Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar para atravessar o rio da vida. Ninguém, exceto tu, só tu.
Existem, por certo, atalhos sem número, e pontes, e semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio, mas isso custar-te-á a tua própria pessoa: tu te hipotecarias e perder-te-ias.
Existe no mundo um único caminho por onde só tu podes passar.
Aonde leva? Não perguntes, segue-o... "
- Nietzsche


2 de janeiro de 2007

Mudanças

Hoje me dei conta de como algumas coisas mudam ao longo da nossa vida.
Vamos ficando mais duro, mais resguardado, mais preso aos medos, aos preconceitos, aos olhos dos outros.
Quando se é criança, ou mesmo quando não se tem desilusões, desacertos e desencontros, nada assusta, nada importa e somos transparentes, somos aquilo que sentimos e isso é tudo o que importa. Não existe vergonha, não existe medo, não existe "se", não existe "quase"... ou é ou nao é! O amor, a raiva, a saudade, a tristeza, a alegria - tudo é profundo, e mesmo que pareça exagero, somos fiéis aos nossos sentimentos. E quanta diferenca isso faz!!
É preciso tomar cuidado pra não cair na mesmice, na rotina, pra não deixar a monocromia tomar conta, pra não passar a viver no "morno"...