20 de dezembro de 2008

Natal...

Muita gente não gosta dessa época do ano, e eu desconfio que seja porque o Natal representa momento de reflexão, não só do que se passou durante o ano, mas, com frequência, de tudo que se viveu até então, trazendo à tona saudade do que já se foi, do que não foi, de tudo e de todos, e, em muitos casos, amarguras e frustrações - sentimentos que nos rodeiam, mas que insistimos em ocultá-los, em esquecê-los, em fingir que não existem.

Mas depois de um ano de lutas, algumas vitoriosas e outras nem tanto, o Natal representa também a festa cristã que consola os corações; o momento de orar, festejar, pedir bênçãos e abençoar a tudo e a todos. E de todas as festas cristãs, com certeza, o Natal é uma das mais bonitas, carregada de cores, de luz e de símbolos ricos em significados!!

PINHEIRO - Símbolo de Esperança. Nos países onde há neve, o pinheiro conserva suas folhas verdes, mesmo no rigor do inverno. E no nordeste do Brasil, o Xiquexique se conserva verde mesmo durante a seca.

ESTRELA - A estrela de Natal tem um papel determinante na história, pois indica o caminho para os magos. A estrela tornou-se o símbolo do extraordinário que aconteceu naquela noite. A estrela aponta para o local do nascimento do menino Jesus e aponta para a plenitude de vida.

VELA - A vela simboliza a luz que veio ao mundo com o nascimento de Cristo. Consumindo-se completamente para gerar luz, a vela simboliza a doação em favor da vida.

PRESENTE - A idéia de trocar presentes no Natal está relacionada, entre outros motivos, aos magos que trouxeram presentes para o menino Jesus. Mas também representa uma vida abundante e repleta de alegria. A troca de presentes entre as pessoas é uma forma de lembrar que a oferta generosa de Deus é para todos, e o simbolismo do presente é a partilha, dar e receber.

ORIGEM DO NATAL E O SIGNIFICADO DA COMEMORAÇÃO
O Natal é uma data em que se comemora o nascimento de Jesus Cristo. Na antiguidade, o Natal era comemorado em várias datas diferentes, pois não se sabia com exatidão a data do nascimento de Jesus. Foi somente no século IV que o 25 de dezembro foi estabelecido como data oficial de comemoração. As antigas comemorações de Natal costumavam durar até 12 dias, pois este foi o tempo que levou para os três reis Magos chegarem até a cidade de Belém e entregarem os presentes (ouro, mirra e incenso) ao menino Jesus. Atualmente, as pessoas costumam montar as árvores e outras decorações natalinas no começo de dezembro (dia 06) e desmontá-las até 12 dias após o Natal (dia 06). E do ponto de vista cronológico, o Natal é uma data de grande importância para o Ocidente, pois marca o ano 1 da nossa História.

PAPAI NOEL: ORIGEM E TRADIÇÃO
Dizem que a figura do bom velhinho foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas. Foi transformado em santo (São Nicolau) pela Igreja Católica, após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele. A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos, ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.

Até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno na cor marrom. Porém, em 1881, uma campanha publicitária da Coca-Cola mostrou o bom velhinho com uma roupa, também de inverno, nas cores vermelha e branca (as cores do refrigerante) e com um garro vermelho com pompom branco. A campanha publicitária fez um grande sucesso e a nova imagem do Papai Noel espalhou-se rapidamente pelo mundo.


Nenhum comentário :