13 de setembro de 2008

Café Piu Piu


12 de setembro de 2008

...There is nothing in this world
That you ever wanted more
Just someone to fight for you
When your life begins to crumble

Let me be the one you dream of
The one to hold you when you fall
The one that chase your nightmares away
The one to guide you to the end...


11 de setembro de 2008

...

...
- O que você está vendo aí, Lilian?
- Não estou vendo, Rosemary - respondeu ela, com seus olhos abandonando a tela da televisão por um instante.
- Parece que está - arrisquei.
- Nem tudo é o que parece. Não estou vendo, estou pensando. Ver me ajuda a pensar e, às vezes, a não pensar.

- Trecho do livro "o Segredo das Coisas Perdidas", de Sheridon Hay


10 de setembro de 2008

9 de setembro de 2008

O Chato

Eu tentei achar um vídeo decente dessa música, mas não conegui...
Mas como a música vale à pena, vai assim mesmo... fazer o quê?! rsrsrs


7 de setembro de 2008

... I'm addicted to the things you give me
I want them every night

I love your body, I love your skin
I know what we do is right...
Come and give me what I need...
Come and give it to me now...

You know you got me under control...
But I like it somehow...


6 de setembro de 2008

Paixão...


5 de setembro de 2008

Amor X Solidão

Estava vindo embora pra casa hoje, ônibus lotado, pra variar, e prestando atenção nas pessoas à minha volta, me dei conta que desde que cheguei em SP conheci tanta gente com medo de ficar sozinho, que tem alguém só pra não estar só...
É tão estranho isso... Pessoas que se juntam só por medo de não ter alguém, como se estivessem no fim da vida e não tivessem mais nada pra esperar. Talvez seja cultural, seja o exemplo que vem de casa, seja a idade, não sei... eu compreendo, mas não entendo, sabe...
Tá, talvez eu não entenda porque, pra mim, existe uma grande diferença entre estar sozinho e ser só, ou talvez porque eu também seja feliz sozinha, mas não posso acreditar que um relacionamento que se baseia no medo da solidão traga a felicidade, embora eu não julgue ninguém - cada um sabe onde o calo aperta, como diz minha mãe.
Sabendo que tem tanta vida pra viver, e que temos tantas possibilidades a cada nascer de sol, fico triste quando ouço pessoas dizendo - ah, pra não ficar sem ninguém, fico com ela(e) mesmo...
O amor é tão mais que isso, e não tem nada mais gostoso que viver de fato e dividir os momentos com quem faz bem à nossa alma e ao nosso coração.
Se não for assim, que graça tem dormir e acordar com a mesma pessoa? Pra quê? Ver a vida passar, ver o tempo se escorrer pelos dedos, sem nunca saber de verdade como é bom ser feliz e fazer o outro feliz, e ser feliz pela felicidade do outro? Não sei, mas que não dá pra entender, não dá!!!
E a vida é uma só! É só essa, não tem outra...


3 de setembro de 2008


1 de setembro de 2008

O Segredo da Felicidade

Eu sempre gostei de crianças, sempre fui apaixonada por elas. Fiz magistério, dei aulas por 2 anos, e se vc me procurasse, era capaz de não encontrar no meio delas. A única diferença era a altura!
Eu vivia rodeada delas. De certa forma eu me identificava com elas. Aos olhos de uma criança tudo é absolutamente possível, e incrivelmente fácil.
E por todo o tempo em que acreditei nisso, fui verdadeiramente feliz.
Tempos atrás, se alguém me perguntasse qual o segredo da felicidade, eu não saberia responder, mas hoje acho que consegui!!...
- Foto: http://www.fotogenico.net - Francisco Alves / Rene Bittencourt