28 de dezembro de 2008

Utopia



... QUE O ANO QUE VEM TE DEIXE UM ANO MAIS PERTO DA VERDADE ...

Eu passei minha vida tentando aceitar as pessoas como elas são, muitas vezes dando desculpas pra mim mesma, perdoando a tudo e a todos. Afinal, se nós mesmos não somos exatamente como gostaríamos, como podemos exigir que os outros sejam?!
Sempre ecreditei que não valia à pena guardar mágua, rancor, ou raiva. Até porque, qualquer um desses sentimentos só provam que você se importa, seja com o que for; e também porque eles acabam sempre por atrapalhar a nossa própria vida, no final. Sempre acreditei que quem vive disso, nunca vive de verdade, nem a própria vida, nem a vida em si.
E por muitas vezes fiz papel de boba, de palhaça, de otária mesmo, e acabei me magoando muitas vezes por isso. Mas eu acreditava nas pessoas, acreditava que elas eram boas, e acho que por isso eu relevava. Mas a realidade é muito diferente disso, impressionantemente diferente. E isso me dá náuseas.
Eu entendo muito bem que, só por vivermos nossa própria vida, já iremos magoar alguém de vez em quando, porque tem sempre alguém que espera mais de nós; e seria muito cinismo e hipocrisia da minha parte dizer que não, já que eu mesma vivo conforme minhas próprias vontades e regras e já magoei, e já fui magoada por esperar mais de alguém, mas daí a ser malvado, a ser diabólico, a ponto de tramar a infelicidade, a mágua, a dor alheia, isso eu não entendo, não concordo, não aceito.
Acredito que alguns de nossos atos já trazem consequências suficientemente arrasadoras, e nossa vida, em si, já é uma batalha suficientemente dolorosa para que precisemos da "ajuda" de outrém para piorar as coisas.
Mas pessoas boas talvez seja mesmo uma grande utopia... Em raríssimas exceções, são indulgentes e altruístas. E isso é mesmo muito triste...
E como disse Carlos Drumond de Andrade, a cada dia me convenço mais de que o desperdício da vida está no amor que não damos...
E diante disso, então, meu desejo pra 2009, é mais amor! Amor no seu sentido mais amplo!


26 de dezembro de 2008

Nota de hoje

Recebi por email e não sei quem é o autor, mas serve para reflexão...

"Preocupe-se mais com sua consciência do que com sua reputação.
Porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você. E o que os outros pensam, é problema deles."


24 de dezembro de 2008

Natal

Vi esse poema no blog do Kafé, e adorei!! Achei tão lindo que peguei emprestado, mas todas as palavras são sinceras!!

Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez,
com outro número e outra vontade de acreditar
que daqui para adiante vai ser diferente...


Para você,
Desejo o sonho realizado. O amor esperado. A esperança renovada.

Para você,
Desejo todas as cores desta vida. Todas as alegrias que puder sorrir. Todas as músicas que puder emocionar.

Para você neste novo ano,
Desejo que os amigos sejam mais cúmplices,
Que sua família esteja mais unida,
Que sua vida seja mais bem vivida.

Gostaria de lhe desejar tantas coisas.
Mas nada seria suficiente...
Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.
Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto,
ao rumo da sua FELICIDADE!!!

- Carlos Drummond de Andrade -


23 de dezembro de 2008

Vem Andar Comigo

Basta olhar no fundo dos meus olhos
Pra ver que já não sou como era antes
Tudo que eu preciso é de uma chance
De alguns instantes
Sinceramente ainda acredito
Em um destino forte e implacável
Em tudo que nós temos pra viver
É muito mais do que sonhamos
Será que é difícil entender
Porque eu ainda insisto em nós
Será que é difícil entender
Vem andar comigo...

Vem, vem meu amor
As flores estão no caminho
Vem meu amor, vem andar comigo

- Jota Quest



22 de dezembro de 2008

Capricórnio (22 de dezembro e 20 de janeiro)

Você é metido a sério, conservador e politicamente correto. Na verdade você é um materialista, falso, ambicioso e safado. Você tem uma tendência de ser enrustido em tudo. Você é frio, não tem emoções e freqüentemente dorme enquanto está transando. Você gosta de manter as aparências e quando encontra um "amigo", abraça, deseja tudo de bom... Mas na primeira oportunidade puxa o tapete dele e depois vai dormir de consciência tranquila. Você nunca joga limpo e sua frieza faz de você um sanguinário completo. Mas que importa? Se a grana está entrando... ótimo!


20 de dezembro de 2008

Natal...

Muita gente não gosta dessa época do ano, e eu desconfio que seja porque o Natal representa momento de reflexão, não só do que se passou durante o ano, mas, com frequência, de tudo que se viveu até então, trazendo à tona saudade do que já se foi, do que não foi, de tudo e de todos, e, em muitos casos, amarguras e frustrações - sentimentos que nos rodeiam, mas que insistimos em ocultá-los, em esquecê-los, em fingir que não existem.

Mas depois de um ano de lutas, algumas vitoriosas e outras nem tanto, o Natal representa também a festa cristã que consola os corações; o momento de orar, festejar, pedir bênçãos e abençoar a tudo e a todos. E de todas as festas cristãs, com certeza, o Natal é uma das mais bonitas, carregada de cores, de luz e de símbolos ricos em significados!!

PINHEIRO - Símbolo de Esperança. Nos países onde há neve, o pinheiro conserva suas folhas verdes, mesmo no rigor do inverno. E no nordeste do Brasil, o Xiquexique se conserva verde mesmo durante a seca.

ESTRELA - A estrela de Natal tem um papel determinante na história, pois indica o caminho para os magos. A estrela tornou-se o símbolo do extraordinário que aconteceu naquela noite. A estrela aponta para o local do nascimento do menino Jesus e aponta para a plenitude de vida.

VELA - A vela simboliza a luz que veio ao mundo com o nascimento de Cristo. Consumindo-se completamente para gerar luz, a vela simboliza a doação em favor da vida.

PRESENTE - A idéia de trocar presentes no Natal está relacionada, entre outros motivos, aos magos que trouxeram presentes para o menino Jesus. Mas também representa uma vida abundante e repleta de alegria. A troca de presentes entre as pessoas é uma forma de lembrar que a oferta generosa de Deus é para todos, e o simbolismo do presente é a partilha, dar e receber.

ORIGEM DO NATAL E O SIGNIFICADO DA COMEMORAÇÃO
O Natal é uma data em que se comemora o nascimento de Jesus Cristo. Na antiguidade, o Natal era comemorado em várias datas diferentes, pois não se sabia com exatidão a data do nascimento de Jesus. Foi somente no século IV que o 25 de dezembro foi estabelecido como data oficial de comemoração. As antigas comemorações de Natal costumavam durar até 12 dias, pois este foi o tempo que levou para os três reis Magos chegarem até a cidade de Belém e entregarem os presentes (ouro, mirra e incenso) ao menino Jesus. Atualmente, as pessoas costumam montar as árvores e outras decorações natalinas no começo de dezembro (dia 06) e desmontá-las até 12 dias após o Natal (dia 06). E do ponto de vista cronológico, o Natal é uma data de grande importância para o Ocidente, pois marca o ano 1 da nossa História.

PAPAI NOEL: ORIGEM E TRADIÇÃO
Dizem que a figura do bom velhinho foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas. Foi transformado em santo (São Nicolau) pela Igreja Católica, após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele. A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos, ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.

Até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno na cor marrom. Porém, em 1881, uma campanha publicitária da Coca-Cola mostrou o bom velhinho com uma roupa, também de inverno, nas cores vermelha e branca (as cores do refrigerante) e com um garro vermelho com pompom branco. A campanha publicitária fez um grande sucesso e a nova imagem do Papai Noel espalhou-se rapidamente pelo mundo.


18 de dezembro de 2008

Natal, 1987

Me lembro desse natal como se tivesse sido o último, o do ano passado, embora tenha sido há 21 anos atrás. E me esforço pra me lembrar dele todo ano, pra não esquecer nunca.
A casa na praia estava cheia, quase toda a família reunida - primos, tios, avós, mães, irmãos, a mesa toda enfeitada, e cheia de todas as gostosuras de um natal cheio de vida. E a árvore de natal mais linda e deliciosa de todas, inteira enfeitada de laços cor-de-rosa que prendiam bombons sonho-de-valsa no lugar das típicas bolas coloridas e enfeites de papai noel estava repleta de presentes.
A mesa da sala tinha 8 ou 10 cadeiras, e estávamos espalhados pela casa, entre as cadeiras, bancos e sofás.
Fecho os olhos e ainda posso sentir o cheiro do nosso pinheiro-árvore de natal; posso ouvir as vozes dos adultos falando ao mesmo tempo; posso ver nós, crianças, gritando e correndo de um lado para o outro, brincando e rindo... um natal feliz!!!


16 de dezembro de 2008

Almas Gêmeas existem! Bom, pelo menos a minha existe!

“Assim que cheiraram o pó de pirlimpimpim, que é o pó mais mágico que as fadas inventaram, sentiram-se leves como plumas, e tontos, com uma zoeira nos ouvidos. Parecia sonho. Como bolhas de sabão levadas por um vento de extraordinária rapidez.”
- Monteiro Lobato em “Reinações de Narizinho”

Eu estava pensando, fazia tempo que eu queria escrever sobre esse assunto, que é sempre tão polêmico.
Os românticos vão sempre dizer que suas almas gêmeas existem e eles até já a encontraram, ou que elas existem mas estão ainda perdidas por aí, esperando o momento exato pra se encontrarem e reconhecerem.
Os céticos vão dizer que isso é papo de romântico, que o que importa é estar feliz com quem se está no momento, que essa história de alma é coisa de religião, e de gêmeos é papo de maternidade.
Eu não sou nem muito romântica, nem tanto cética, mas posso garantir que pelo menos a minha alma gêmea eu encontrei! E ela apareceu do jeito mais inesperado possível.

Na época eu estudava de manhã, mas tive que repor umas 3/4 aulas à noite. Lá estava eu, com metade do cabelo preso e a outra metade solta parecendo um espanador, sentada, esperando o começo do que seria finalmente a última aula de reposição quando ela apareceu, entrando na sala olhando na minha direção, e por um instante o tempo parou. Eu podia ver às pessoas a minha volta, mas elas não faziam o menor sentido, e eu sabia que elas estavam falando mas eu não ouvia nada. Sabe quando a Sininho joga o pó de pirlimpimpim e tudo em volta fica brilhando? Foi assim, sem tirar nem por!

E quando dei por mim, minha alma gêmea havia me encontrado, e depois dela, tudo o que era, era nada, e só com ela era sentido! Paz e tormenta, alegria e tristeza, calma e fúria, frio e calor, absoluto, completo, inteiro, intenso. Uma sensação que mesmo querendo, mesmo tentando, eu não consigo descrever.


15 de dezembro de 2008

Acho que vale à pena compartilhar...

Com tantas notícias e fotos divulgadas na net, eu acabei não postando nada sobre a tragédia de Santa Catarina.
Mas aqui vai o depoimento de um funcionário da Perdigão da cidade de Itajaí que foi destruída pelas enchentes. Acho que vale à pena compartilhar...
Às vezes esquecemos do valor real das coisas, isso é normal, o dia-a-dia da vida nos faz mais práticos, materialistas e um pouco egoístas, por isso é importante pararmos para refletir de vez em quando, para valorizar o que é realmente importante: amizade, amor, carinho, paz de espírito e solidariedade.

COMEÇAR DE NOVO
- Luis Fernando Gigena -

Eu tinha medo da escuridão
Até que as noites se fizeram longas e sem luz

Eu não resistia ao frio facilmente
Até passar a noite molhado numa laje

Eu tinha medo dos mortos
Até ter que dormir num cemitério

Eu tinha rejeição por quem era de Buenos Aires
Até que me deram abrigo e alimento

Eu tinha aversão a Judeus
Até darem remédios aos meus filhos

Eu adorava exibir a minha nova jaqueta
Até dar ela a um garoto com hipotermia

Eu escolhia cuidadosamente a minha comida
Até que tive fome

Eu desconfiava da pele escura
Até que um braço forte me tirou da água

Eu achava que tinha visto muita coisa
Até ver meu povo perambulando sem rumo pelas ruas

Eu não gostava do cachorro do meu vizinho
Até naquela noite eu o ouvir ganir até se afogar

Eu não lembrava dos idosos
Até participar dos resgates

Eu não sabia cozinhar
Até ter na minha frente uma panela com arroz e crianças com fome

Eu achava que a minha casa era mais importante que as outras
Até ver todas cobertas pelas águas

Eu tinha orgulho do meu nome e sobrenome
Até a gente se tornar todos seres anônimos

Eu não ouvia rádio
Até ser ele que manteve a minha energia

Eu criticava a bagunça dos estudantes
Até que eles, às centenas, me estenderam suas mãos solidárias

Eu tinha segurança absoluta de como seriam meus próximos anos
Agora nem tanto

Eu vivia numa comunidade com uma classe política
Mas agora espero que a correnteza tenha levado embora

Eu não lembrava o nome de todos os estados
Agora guardo cada um no coração

Eu não tinha boa memória
Talvez por isso eu não lembre de todo mundo
Mas terei mesmo assim o que me resta de vida para agradecer a todos

Eu não te conhecia
Agora você é meu irmão

Tínhamos um rio
Agora somos parte dele

É de manhã, já saiu o sol e não faz tanto frio
Graças a Deus, vamos começar de novo.

É hora de recomeçar, e talvez seja hora de recomeçar não só materialmente.
Talvez seja uma boa oportunidade de renascer, de se reinventar e de crescer como ser humano.

Pelo menos é a minha hora, acredito.
Que Deus abençoe a todos.


11 de dezembro de 2008

Cultura Grátis em SP

Olha a lista de coisas pra se fazer em SP! E o melhor: todas elas são de graça!!

A Influência da Angústia
Data: de 29/10/2008 a 15/12/2008 - Seg a sex das 7h às 22h. Sáb das 8h às 17h

Local:
Centro Universitário Senac Santo Amaro

As Marcas do Rei
Até 14/12/2008
Local: Museu do Futebol

Brasil Brasileiro
Data: 29/09/2008 a 04/01/2009 - Ter a dom das 10h às 20h.
Local: Centro Cultural Banco do Brasil

Celebration por David Dalmau
Data: de 21/08/2008 a 21/08/2009 - 19h30
Local: Hotel InterContinental São Paulo

Cinema Sim – Narrativas e Projeções
Até 21/12/2008 - Ter a sex das 10h às 21h. Sáb, dom e fer das 10h às 19h.
Local: Itaú Cultural

Direito à Memória e à Verdade: a Ditadura no Brasil 1964-1985
Data: de 01/05/2008 a Indeterminado - Ter. a domingo, das 10h às 17h30.
Local: Memorial da Resistência

Direitos Humanos são direitos de todos
Data: de 01/12/2008 a 20/12/2008 - Seg a sex das 7h às 22h. Sáb e dom das 9h às 22h.
Local: Galeria Conjunto Nacional

Momentos de Luz
Data: de 27/10/2008 a 15/12/2008 - Seg a sex das 10h às 19h. Sáb das 10h às 13h.
Local: Dan Galeria

Do Lado de Lá
Até 31/01/2009 - Ter a sáb das 10h00 às 18h00.
Local: MAB

Experimentos Fotográficos
Data: de 17/11/2008 a 03/01/2009 - Seg a sex das 10h às 19h. Sáb das 10h às 17h.
Local: Espaço Cultural do SESI Vila Leopoldina

Iluminuras Nordestinas
O restaurante Mestiço tem se destacado por sediar mostras de artistas emergentes e fotógrafos consagrados.
Data: de 02/05/2006 a Indeterminado - Seg a dom, 12h à 0h.
Local: Mestiço

Imagens e Paisagens do Mundo Árabe e o Brasil de Aziz Ab'Saber
Data: de 14/11/2008 a 18/01/2009 - De ter a dom das 9h às 21h.
Local: Caixa Cultural São Paulo

Japão: Mundos Flutuantes
Data: de 25/11/2008 a 01/03/2009 - Seg das 11h às 20h. Ter a Sáb das 10h às 20h. Dom das 10h às 19h.
Local: Centro Cultural FIESP - Galeria de Arte do SESI

José Saramago: a consistência dos sonhos
Data: de 28/11/2008 a 15/02/2009 - Ter a dom das 11h às 20h.
Local: Instituto Tomie Ohtake

Menos Vinte e Um
Data: de 08/12/2008 a 04/01/2009 - Ter a sex das 11h30 às 19h. Sáb, dom e fer das 12h30 às 17h30.
Local: Paço das Artes

Navio de Emigrantes
Data: de 29/06/2008 a 31/01/2009 - Ter. a sábado, das 14h às 19h. Dom, das 14h às 18h.
Local: Museu Lasar Segall

O Lado de Lá
Data: de 20/11/2008 a 18/01/2009 - Seg a seg - 24 horas.
Local: Sesc Santana

O Médico e Os Monstros
A trama mostra o paradoxo entre o bem e o mal na personalidade dos seres humanos no século XIX.
Até 14/12/2008 - Sáb e dom, 16h. A distribuição dos ingressos tem início a partir da abertura da bilheteria no mesmo dia do evento.
Local:
Teatro Popular do Sesi – Paulista

Pessoas Modernas
Data: de 01/10/2008 a 11/01/2009 - Ter a sex das 10h às 17h. Sáb, dom e fer das 11h às 16h.
Local: Acervo do Palácio dos Bandeirantes

Projeto Circoreto
Data: de 14/03/2008 a Indeterminado - Sex, 21h. Sáb, 16h, 19h e 21h. Dom, 11h, 16h, 18h e 20h.
Os ingressos serão distribuídos 30 minutos antes de cada apresentação
Local: Praça Dom Orione

Rebobine, por favor – A Exposição
Data: de 02/12/2008 a 11/01/2009 - Ter a sáb das 12h às 21h. Dom e fer das 11h às 20h.
Local: Museu da Imagem e do Som (MIS)

Sipumirim
Data: de 10/02/2008 a Indeterminado - Dom, 11h.
Os ingressos serão distribuídos uma hora antes de cada apresentação
Local: Centro da Cultura Judaica


10 de dezembro de 2008

Pra quem gosta: Radiohead!

Confirmado. O grupo inglês Radiohead faz dois shows no Brasil em março de 2009.
As apresentações farão parte do Festival Just A Fest, que acontece no Rio de Janeiro no dia 20 de março, na Praça da Apoteose, e em São Paulo na Chácara do Jóquei, em 22 de março.
Pra quem não conhece, formada em 1988, em Oxford, na Inglaterra, o Radiohead é composto por Thom Yorke (vocais, guitarra, piano), Jonny Greenwood (guitarra), Ed O'Brien (guitarra), Colin Greenwood (baixo, sintetizador) e Phil Selway (bateria, percussão).
Seu primeiro single, Creep, foi lançado em 1992 e no ano seguinte chegou o primeiro álbum, Pablo Honey. A banda estourou na Inglaterra em 1995, com a gravação do segundo álbum, The Bends. O lançamento de OK Computer, em 1997, deu a eles fama mundial – e uma legião de fãs, obviamente.
O início dos anos 2000 foi marcado por inovação no grupo, com a utilização de elementos experimentais de música eletrônica e jazz em suas composições. Hail To the Thief (2003), sexto álbum, mesclou diversos estilos e, em 2007, veio uma nova revolução: sairam de sua gravadora EMI e lançaram seu sétimo álbum, In Rainbows, por meio de download digital, quando o público escolhia o quanto queria pagar.
E é baseado neste último álbum que será o show em solo brasileiro. No repertório não faltarão Videotape, All I Need, Last Flowers, Nude, Bodysnatchers e Reckoner, além das já conhecidas Creep, Paranoid Android e Karma Police.
Sobre a venda dos ingressos: já começaram a ser vendidos pelo site www.ingresso.com. Em São Paulo, também será possível comprar ingressos nas bilheterias do Estádio do Pacaembu – Rua Prof. Passalaqua, s/n - ao lado do portão 24.
- Fonte: Guia SP


9 de dezembro de 2008

Amor com Limites

Amor com Limites
- por Priscila Ravazzi

A matéria publicada na página 76 da Revista Vitti – Ed. Novembro - foi escrita pela minha irmã, e não é porque ela é minha irmã, não, mas ficou muito legal!!
:D


8 de dezembro de 2008

Que seja infinito enquanto dure...

Outro dia eu estava no elevador do trabalho e 3 amigas estavam conversando sobre fidelidade. Uma delas estava reclamando horrores que o namoro dela estava por um fio porque ele tava sempre cheio de graça com outras, que o telefone dele estava sempre tocando, que a lista de meninas era enorme, e blá blá blá...
E aí eu estava pensando... Namorar é se comprometer. É um poder contar com o outro mas se respeitar ao mesmo tempo. E, até onde eu vejo, isso sempre inclui a expectativa de fidelidade. A infidelidade pega fundo e põe muito relacionamento por água abaixo, afinal, ninguém gosta de ser enganado. Quem namora quer ter confiança, que ter certeza de que o outro está junto porque quer estar e está feliz com isso. Por isso fidelidade é tão importante. É um sinal de respeito ao relacionamento.
Mas sejamos realistas - não dá pra levar tudo a ferro e fogo. A gente namora, mas a vida continua. Nem todos os momentos – felizes ou tristes – dizem respeito somente aos dois, que não são grudados e sujeitos às mesmas emoções só porque estão namorando.
Você pode jurar de pés juntos ser fiel, jamais trair, etc etc etc. E seu namorado também. Mas é só na prática, nas situações mais difíceis e tentadoras que a fidelidade é posta à prova. E ninguém consegue obrigar o outro a ser fiel – nem com invenções modernas de cinto de castidade. Fidelidade é preocupação e respeito com o outro, e isso ou é natural, ou não tem jeito, não tem à venda nem nas melhores nem nas piores farmácias e perfumarias.
Então, penso que não tem outro jeito de levar uma vida a dois, a não ser investindo em diálogos e transparência, sabe, jogar limpo, falar o que sente, o que quer e o que não quer, e ouvir também; e sendo sincero tanto com o outro, quanto com você mesmo.
E se por acaso, nem assim não der certo - não deu!... Afinal, nem tudo tem mesmo que dar sempre certo, tem?!

? Vc SaBiA ?

** Chifrar é uma expressão que veio de um hábito curioso da Idade Média: alguns homens traídos assumiam publicamente a situação e andavam pela cidade ornados com um par de chifres.
** A palavra adultério vem do latim “ad alterum litum ire”, que significa ao pé da letra algo como “ir a outra cama”.
** O Livro Dom Casmurro, de Machado de Assis, é um clássico da infidelidade. O grande suspense do livro é justamente saber se houve mesmo uma traição. Bentinho, narrador e personagem principal, se casa e tem um filho com sua namorada de infância, Capitu. Um dia, no velório de um amigo seu, vê uma lágrima rolando no rosto de Capitu. Para completar, acha seu filho cada vez mais parecido com o finado.


3 de dezembro de 2008

Adaptabilidade

Eu não sei mudar!
Se tá sol... me queimo! Se tá chuva... me molho!
Se tem sorriso... dou gargalhada! Se tem lágima... choro que nem criança!
Se tem amigo... tem festa! Se tem "solidão"... me faço companhia!
Se tem música... danço! Se não tem... toco e canto!
Se tá colorido... tá mágico! Se tá preto e branco... a gente toma banho de tinta!
Se tem alguém... é entrar de cabeça! Se não tem... conhecer faz parte!
Se tá na minha língua... eu falo! Se tá em outra dimensão... eu busco!
Se tem silêncio... penso! Se tem "falação"... observo!
Se tem corpo... faço! Se tem alma.. respiro!
Se tem machucado... a gente cura! Se tem felicidade... tem espírito!
Porque os sonhos existem para que um dia o despertar seja com um sorriso!
Adaptabilidade... pratique!


2 de dezembro de 2008

Meme Roubado

Estava revendo os links do ranking no blogblogs, e acabei descobrindo que tenho mais dívidas do que eu imaginava... rsrsrs
Pois é... descobri, quase sem querer, que eu preciso responder alguns memes...
Então, vou começar por este aqui, de junho (acredita?! - que vergonha!!), que a Renata do 80's - Bons Tempos me mandou.
- Rê, me desculpe a demora... mas eu demorei mesmo pra descobrir que tinha esse meme...

ATIVIDADE PROFISSIONAL: analista de segurança
OUTRAS ATIVIDADES: fácil - dona de casa!
ESTRANHISSE: não durmo sem meia. nem no calor!
PRINCIPAL MOTIVAÇÃO: viver
QUALIDADE PARADOXAL: falo mais que a boca!
PONTO VULNERÁVEL: o-d-e-i-o beliscão!!
ÓDIO INCONFESSO: se feita de boba
PANACÉIA CASEIRA: também sou fã de chá - chá pra tudo!!
SUPERTIÇÃO INVENCÍVEL: fazer o sinal da cruz quando entro no mar
TENTAÇÕES IRRESISTÍVEIS: chocolate com certeza!
MEDO ABSURDO: de ver a vida passar em vão
ORGULHO SECRETO: se é secreto porque eu tenho que dizer?!

Repasso para: Nina - Frente e Verso, Drykxs - Meu Pé e Jackie - In Sana Mente


1 de dezembro de 2008

Antes tarde que nunca...

Há algum tempo eu recebi um email super legal do Luciano Medeiros elogiando meu blog. Ele tem vários blogs e eu prometi que ia dar uma olhada neles e linkar os que eu mais gostasse.
Sei que promessa é dívida, mas antes cumprir tarde que nunca, né?!
Eu escolhi alguns blogs, mas os blogs em inglês são muito bem feitos, vale a pena dar uma olhada neles!!
Vou aproveitar e linkar o blog do Rafael, que eu tô sempre lendo!!
Então, tem novas versões na lista!!
Diário da Alegria
Curiosidades
Poesias na net
The Second Raid