5 de dezembro de 2009

...



Porque, às vezes,
o que chamamos de AMOR
não passa de um amontoado de coisas velhas
que não conseguimos jogar fora...


Um comentário :

Nina disse...

Taí, esse é um dos seus post que dá mais material prá gente pensar.
Muuuuito mais profundo do que parece.
Beijos! (ADOOORO VOCÊ!!!)