29 de janeiro de 2009

Mundo Pequeno...

Não tem uma história que, de certa forma, nós estamos todos conectados, a cada 5 ou 7 pessoas? algo parecido com isso, que a cada 5 ou 7 pessoas que vc conhece, tem alguém que também te conhece? Um papo assim...? Sabe aquela história de "que mundo pequeno!!"?
Pois é, eu acredito mesmo que isso seja verdade!
Um tempo atrá eu estava passeando sozinha em Berlim, e como boa brasileira, entrei no meio de um grupo que acompanhava um guia. Entrei no meio só pra aproveitar as informações, e no meio do grupo tinha uma outra brasileira de BH, maluquinha e muito legal, que me contou que estava passeando pela europa de mochilão, e que depois de Berlim ela ia pra Londres. Eu morava em Londres, então acabamos falando de vários lugares pra ela visitar, e ela tinha um livro-guia, que a melhor amiga dela de BH, que também já tinha morado em Londres, emprestou, e quando eu vi o guia, era de um carinha, que era amigo dessa melhor amiga dela, que na verdade era a minha melhor amiga em Londres!! Vai explicar!!...
Além das coincidências do dia-a-dia, o orkut facilita isso também, mesmo sem querer...
Outro dia entrei no orkut de uma amiga minha que mora na Irlanda, e não dá sinal de vida há tempos, e tinha lá um recado de uma amiga dela de um outro país, e eu entrei no orkut da menina pra ver se a minha amiga tinha respondido o recado, queria saber se ela estava bem. E não é que no orkut da menina tinha um recado de um carinha que é vizinho meu aqui de SP?
E esses dias, procurando uma amiga minha de SJC, acabei encontrando na lista dela uma menina que mora no RJ e que já trabalhou comigo...
E tenho certeza de que se eu procurasse mais, iria encontrar outras tanta coincidências assim.
Mundo pequeno? Nem me fale... Tenho até medo só de pensar!!! rsrsrsrs


27 de janeiro de 2009

Amigo é pra essas coisas...

Olha só o que a minha amiga Nina achou na net e postou no blog dela (Frente e Verso) - The Cadaver Calculator!
Veja lá se alguém merece saber quanto vale depois de morto?! rsrsrs
Bom... eu fiz as contas, né... não resisti... E eu, mortinha, tô valendo exatamente $3725!! rsrsrs


Se você quiser saber quanto vc tá valendo... clica na calculadora abaixo (ou no link acima) e responda as perguntas do site - não vale roubar, hein!!!

Congratulations, your dead body is worth $3725!
Doesn't that make you feel great??

$3725.00


26 de janeiro de 2009

...

Às vezes, nas minhas viagens ao passado, encontro espaços em branco, hiatos, lacunas que não conheço, e não consigo sossegar.
Serão as eternas dúvidas que a vida nos manda resolver sozinhos? Ou serão as perguntas que, na infância, ficaram sem respostas?...


24 de janeiro de 2009

23 de janeiro de 2009

Papo de doido

- E aí, véio?
- Beleza, cara?
- Ah, mais ou menos. Ando meio chateado com algumas coisas.
- Quer conversar sobre isso?
- É a minha mãe. Sei lá, ela anda falando umas coisas estranhas, me botando um terror, sabe?
- Como assim?
- Por exemplo: há alguns dias, antes de dormir, ela veio com um papo doido aí. Mandou eu dormir logo senão uma tal de Cuca ia vir me pegar. Mas eu nem sei quem é essa Cuca, pô. O que eu fiz pra essa mina querer me pegar? Você me conhece desde que eu nasci, já me viu mexer com alguém?
- Nunca.
- Pois é. Mas o pior veio depois. O papo doido continuou. Minha mãe disse que quando a tal da Cuca viesse, eu ia estar sozinho, porque meu pai tinha ido pra roça e minha mãe passear. Mas tipo, o que meu pai foi fazer na roça? E mais: como minha mãe foi passear se eu tava vendo ela ali na minha frente? Será que eu sou adotado, cara?
- Sabe a sua vizinha ali da casa amarela? Minha mãe diz que ela tem uma hortinha no fundo do quintal. Planta vários legumes. Será que sua mãe não quis dizer que seu pai deu um pulo por lá?
- Hmmmm. pode ser. Mas o que será que ele foi fazer lá? Vixe!! Será que meu pai tem um caso com a vizinha?
- Como assim, véio?
- Pô, ela deixou bem claro que a minha mãe tinha ido passear. Então ela não é minha mãe. Se meu pai foi na casa da vizinha, vai ver eles dois tão de caso. Ele passou lá, pegou ela e os dois foram passear. É isso, cara. Eu sou filho da vizinha. Só pode!
- Calma, maninho. Você tá nervoso e não pode tirar conclusões precipitadas.
- Sei lá. Por um lado pode até ser melhor assim, viu? Fiquei sabendo de umas coisas estranhas sobre a minha mãe.
- Tipo o quê?
- Ela me contou um dia desses que pegou um pau e atirou em um gato. Assim, do nada. Puta maldade, meu! Vê se isso é coisa que se faça com o bichano!
- Caramba! Mas por que ela fez isso?
- Pra matar o gato. Pura maldade mesmo. Mas parece que o gato não morreu.
- Ainda bem. Pô, sua mãe é perturbada, cara.
- E sabe a Francisca ali da esquina?
- A Dona Chica? Sei sim.
- Parece que ela tava junto na hora e não fez nada. Só ficou lá, paradona, admirada vendo o gato berrar de dor.
- Putz grila. Esses adultos às vezes fazem cada coisa que não dá pra entender.
- Pois é. Vai ver é até melhor ela não ser minha mãe, né? Ela me contou isso de boa, cantando, sabe? Como se estivesse feliz por ter feito essa selvageria. Um absurdo. E eu percebo também que ela não gosta muito de mim. Esses dias ela ficou tentando me assustar, fazendo um monte de careta. Eu não achei legal, né. Aí ela começou a falar que ia chamar um boi com cara preta pra me levar embora.
- Nossa, véio. Com certeza ela não é sua mãe. Nunca que uma mãe ia fazer isso com o filho.
- Mas é ruim saber que o casamento deles é essa zona, né? Que meu pai sai com a vizinha e tal. Apesar que eu acho que ele também leva uns chifres, sabe? Um dia ela me contou que lá no bosque do final da rua mora um cara, que eu imagino que deva ser muito bonitão, porque ela chama ele de 'Anjo'. E ela disse que o tal do Anjo roubou o coração dela. Ela até falou um dia que se fosse a dona da rua, mandava colocar ladrilho em tudo, só pra ele pode passar desfilando e tal.
- Nossa, que casamento bagunçado esse. Era melhor separar logo.
- É, só sei que tô cansado desses papos doidos dela, sabe? Às vezes ela fala algumas coisas sem sentido nenhum. Ontem mesmo veio me falar que a vizinha cria perereca em gaiola, cara. Vê se pode? Só tem louco nessa rua.
- Ixi, cara. Mas a vizinha não é sua mãe?
- Putz, é mesmo! Tô ferrado...!!!


22 de janeiro de 2009

...

"Que lugar mais silencioso Eu poderia no universo encontrar
Que não fossem os desertos da lua Pra recompor meu mundo bem devagar..."
- Biquini Cavadão, em No Mundo da Lua


Sabe aqueles dias em que vc acorda e tem certeza absoluta que não devia ter acordado?
Pois é... hoje eu acordei assim, desanimada, injuriada, de saco cheio (e eu nem tenho isso!!), sabe... de saco cheio de tudo e de todos...


Sonhe...


21 de janeiro de 2009

Aquário (21 de janeiro a 19 de fevereiro)

Você provavelmente não é desse planeta. Tem uma mente inventiva e dirigida para o progresso. Você mente e comete os mesmos erros repetidamente porque é imbecil e teimoso. Você adora ser o "do contra". Pensa que tem opinião formada sobre tudo. Na verdade, você é egoísta e gosta mesmo é de aparecer. Mesmo que esteja entre um milhão de pessoas, você quer ser o diferente. Você nunca segue os padrões. Isso faz de você um metido nojento. Você se acha o moderninho. Acha que está à frente dos outros signos do zodíaco. Você não tem nenhuma moral. Se você for homem deve ser um galinha e, se for mulher, aposto que nem perguntou o nome do último cara com quem dormiu!


19 de janeiro de 2009

Facilitômetro

Isso sim é um Serviço de (In)Utilidade Pública!!
rsrs

A AMBEV lançou um serviço que ajuda os adeptos da cerveja.
O serviço localiza o bar mais próximo e ainda calcula a distância e o custo do táxi.
Segue o site, entre e insira o local que deseja e aparecerão todos os bares que tem chopp Brahma:
- Facilitômetro

Divirtam-se!!!


18 de janeiro de 2009

Sachsenhausen, Campo de Concentração

ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more

Dos lugares que já visitei, esse, com certeza, foi um dos mais impressionantes - Sachsenhausen, o Campo de Concentração de Oranienburg, na Alemanha.
Impressiontante e triste... Um ar pesado e um silêncio sombrio paira por todo aquele lugar, e nos acompanha mesmo depois que a visita acaba...

Sachsenhausen, que esteve ativo de 1936 a abril 1945, recebeu este nome devido à região onde se localizava. Sachsenhausen fazia parte da cidade de Oranienburg em Brandenburgo. De agosto de 1945 até por volta de 1950, Sachsenhausen serviu como um acampamento especial soviético. Foi o primeiro de una série de instalações construídas pelos nazistas, para confinar ou liquidar em massa opositores políticos, judeus, ciganos, homossexuais, Testemunhas de Jeová, e posteriormente milhares de prisioneiros de guerra.

Sachsenhausen, Campo de Concentração de Oranienburg, Germany


17 de janeiro de 2009

Mapa do Brasil visto por paulistas


16 de janeiro de 2009

Atitude é tudo!

Atitude é tudo! E esse ano eu começei bem mal… rsrsrs
E pela primeira vez na minha vida eu fui tão mal-educada e grossa, e tão cínica e falsa a ponto de sentir uma dor pontiaguda atravessando meu coração. E sabe efeito dominó? Foi exatamente assim...

Dia 30 - ela chegou, não falou oi pra ninguém, e eu também fiz que não liguei, embora tenha ligado e muito. Fiquei mesmo chateada, porque ela só tava fazendo birra, sabe, e eu poderia ter sido mais diplomática e ter ido lá, dar um tapa de luva de pelica na cara dela, já que ela não tinha ido falar oi pra ninguém, eu podia ter ido lá falar oi pra ela e dizer que todos também estavam falando oi... Mas não, eu não fiz nada, porque na hora foi o que eu achei certo fazer, só pra não arrumar confusão, e nem causar nenhum inconveniente...
Bom, aí eu já estava chateada; mas quando aquela outra apareceu, botando a cara na minha frente, pra me falar oi, só pra me provocar, com a cara de pau mais deslavada que eu já vi na vida, aí, meu sangue ferveu, e toda a minha vontade de dar na cara dela se resumiu na grosseria de virar a cara pra ela – como ela pôde ser tão ordinária e tão sem senso a ponto de fazer isso? como eu poderia imaginar que ela seria capaz?! _ Eu não teria sido capaz... Enfim, eu podia ter sido política, ter feito que nem conhecia, e com aquele ar de “nossa... já tinha me esquecido que você existia...” tê-la cumprimentado, feito as ‘honras da casa” como dizem, ter me passado por educada, e talvez ela tivesse quebrado a cara... Mas não, eu não consegui controlar o sangue fervendo, embora eu não tenha avançado nela - e essa foi a vontade que eu senti-, fui grossa e mal-educada, deixando claro que ela me incomoda, e isso, foi o pior...

Dia 31/01 – Eles chegaram pra desejar Feliz Ano Novo, ela de novo não veio falar com ninguém, e pra ajudar, foi capaz de dizer que a culpa era minha, que eu havia virado a cara pra ela no dia anterior, o que não aconteceu, como contei acima... Daí, pra compensar o que não fiz ontem, fui lá falar com ela, desejar Feliz Ano Novo (há!), de propósito, só pra provocá-la, assim como ela sempre tem coragem de fazer comigo, e fui tão cínica e tão falsa a ponto de sentir uma dor pontiaguda atravessando meu coração...

Se fosse possível voltar no tempo, eu teria ouvido minha intuição e não teria ido passar o ano novo tão perto delas, já que todas as situações dariam o mesmo resultado... Se eu tivesse sido diplomática e educada, teria passado por cima dos meus próprios sentimentos só para agradá-las, e na tentativa de ser como elas, acabei passando por cima de mim mesma, sendo o que não sou e me magoando mais...

Acho que, de tudo, ficou a lição!...


15 de janeiro de 2009

Tomara

Tomara
Que você volte depressa
Que você não se despeça
Nunca mais do meu carinho
E chore, se arrependa
E pense muito
Que é melhor se sofrer junto
Que viver feliz sozinho

Tomara
Que a tristeza te convença
Que a saudade não compensa
E que a ausência não dá paz
E o verdadeiro amor de quem se ama
Tece a mesma antiga trama
Que não se desfaz

E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais

- Vinícius de Moraes

 


13 de janeiro de 2009

Portugal

Estive em Portugal em 2004, e na época, esse foi o email que eu escrevi aos meus amigos, contando da viagem...

- Escrito em 29/01/2004
Essa semana fui pra Portugal!! Cheguei lá dia 21 e voltei ontem (28). A viagem foi muito legal! Ainda mais porque o comentário geral é sempre o mesmo: Ah... Portugal é velho, só tem velho, não tem graça... Eu adorei!
As pessoas são muito simpáticas, embora falem o português claro (bem claro, digamos assim)! E a comida é boa. Eu cheguei no Porto, depois passei em Aveiro, depois em Coimbra, depois em Fátima e acabei em Lisboa.
De forma geral é mesmo tudo muuuuuito velho!! Mas muito bonito também! Um morro só, e asfalto que é bom, só nas ruas porque nas calçadas (quando tem calçada) e só pedra!
As ruazinhas são super estreitas, e as casas tem aquelas sacadinhas que não cabem ninguém e as roupas ficam penduradas nas janelas dando a impressão de um cortiço! Em muitas delas as portas são exatamente na rua, sem calçada nenhuma.
Tem muuuuuita igreja, só nao sei se tem tanto católico assim! Mas construções antiguissimas, ricas em detalhes, todas gigantes!
Lá ainda tem o tal bonde elétrico - eles dividem as ruas com os carros e são pequenos, de madeira por dentro, tao bonitinhos!!
As pessoas são sempre arrumadinhas, mais discretas na maneira de se vestir. Mas são bonitas!!
As farmácias são como as de antigamente - uma loja meio pequena, com estantes altas de madeira, o farmacêutico tem que pegar tudo, e la só vende remédios, escovas de dentes, cremes pro rosto e desodorante. Não são iguais as nossas, que parecem mini-supermercados.

No Porto tudo é muuuuuito velho! A cidade inteira cheira mofo, naftalina. Mas é tao lindo! Apesar de antigo, parece que tem história viva!! Morros e ladeiras sem fim, monumentos pra todos os lados, museus... Lá comi Francesinha - um prato típico que vem muita comida pra uma pessoa só - carne, presunto, ovo, linguiça, chouriço, salsicha, pão, tudo junto. É gostoso, nada light, mas gostoso!

Aveiro parece cidade praiana do interior. Cheia de palmeiras, casas de pedras, e tem um canal no centro da cidade que lembra Veneza, na Itália, com umas gondolas bonitinhas e coloridas... E lá comi o tal dos Ovos Moles - um doce de ovo envolto numa casquinha de óstia, típico da cidade.

Em Coimbra fui conhecer a faculdade de Direito, claro - maravilhosa!!! Tem uma escadaria gigante pra chegar lá! Ah! Eu encontrei em Coimbra o mesmo que vi em Paris - bombas de gasolina na calçada, no meio do nada - dessa vez tirei foto!!!

Fátima... bom, Fátima foi assim, uma certa decepção. A igreja é bonita, tem um corredor lindo cheio de arcos, tudo em algo que lembra pedra sabão. Mas eu tinha outra idéia, imaginava um lugar diferente, mais rústico talvez... é uma Aparecida pra nós. Ah! E lá também tem um pedaço do Muro de Berlim... (agora já tenho foto de 2 pedaços..)

E por fim Lisboa! Um centro grande, com um pouco de tudo que vi nas outras cidades. Morros e ladeiras, avenidas modernas e ruas totalmente velhas, bondinho elétrico, ônibus, carros, e construções centenárias. Adorei!!! Comi pasteizinhos de Belém!! Belém é o bairro onde tem o monumento em homenagem aos descobridores. Fica num porto e de longe até parece a ponta de um navio - lindo!!! E o tal pastel (pastel de nata) é super famoso. Até tirei foto com Fernando Pessoa, num bar na praça Luiz de Camões! Pode?! :-))
É isso aí...

- Mais fotos de Portugal aqui!!


7 de janeiro de 2009

Coma amendoim e perca peso!

Amendoim é uma delícia, e todo mundo sabe que engorda. Mas essa dica vale ouro!!! rsrsrs

Parece paradoxal? Afinal, esse apreciadíssimo petisco é bastante calórico.

Pois aqui vai a explicação para o inusitado efeito emagrecedor: "Essa oleaginosa contém gorduras insaturadas e vitamina E, nutrientes fundamentais para o controle do apetite, além de ser também uma boa fonte de fibras, o que também dá saciedade", explica a nutricionista Vanderlí Marchiori, de São Paulo. "Então, se você consumir 40 gramas - o equivalente a um punhado - lá pelas 5 horas da tarde, poderá obter o benefício. Essa quantidade representa 150 calorias. E elas vão substituir as muitas outras de tantos outros alimentos que vão deixar de ser ingeridos nas duas horas seguintes." Afinal, você não vai ter tanta vontade de ficar beliscando até praticamente a hora de ir para a cama.


- Fonte: Abril Saúde. Texto de Thais Cavalheiro


5 de janeiro de 2009

Desperdício



"A cada dia me convenço mais
de que o desperdício da vida está no amor que não damos,
nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca,
e que, evitando o sofrimento, perdemos também a felicidade."

- Carlos Drumond de Andrade -


3 de janeiro de 2009

Escolhas



"...Você pode ser feliz com a vida como ela é,
ou passar todo o seu tempo
se lamentando pelo que ela não é.
A escolha é sua.

E o importante, é que você sempre tem escolha.

Pondere bastante ao se decidir, pois é você que vai carregar,
sozinho e sempre,
o peso das escolhas que fizer."

- Luis Borges -