31 de março de 2010

O poder muda as pessoas...

Outro dia li isso num livro e achei interessante compartilhar:
"...O poder sempre causa mudanças em quem tem e naqueles que lhe são próximos, mas aqueles que pensam que o poder corrompe sempre estão pensando de modo simplista demais."


30 de março de 2010

Pra bom entendedor, meia palavra basta!

Hmmm... Quem passa por aqui com frequência deve estar pensando que o blog tá abandonado às traças... Também, faz tempo que eu não posto nada! E eu ando numa preguiça... que nem dá pra acreditar! Eu, justo eu, que de preguiça nunca tive nada!

Mas o post "Quando o silêncio te responde" do blog A Vida Sem Manual me deu um help pra espantar um pouco a preguiça...

Como diz o ditado: "Pra bom entendedor, meia palavra basta".
E na maioria das vezes, basta mesmo, sem precisar de muita explicação, nem muitas palavras.
Mas aos poucos também fui aprendendo que perguntas e respostas subliminares geram muuuuuita confusão desnecessárias... Afinal, nem sempre somos bons entendedores de nada.
Numa conversa, numa briga, num debate, numa situação seja ela qual for, tendemos a julgar os outros por nós, e muito mais comum do que podemos imaginar, tendemos a acreditar que os outros sabem o que estamos pensando e sentindo. Mas afinal, como é que eles vão saber o que vai dentro de nós, céus?! rsrs
Se sempre partirmos do princípio que meia palavra basta, então será o caos.
Imagine só: 
- Ela aproveita o dia livre pra fazer um jantar supresa pra ele, comidinha básica, arroz, feijão, bife e bata-frita, mas que nunca tem tempo de preparar, e não vê a hora dele chegar...
- Ele chega casa p. da vida com o trânsito, troca de roupa e vai pra cozinha reclamando: - Mas que saco essa vida, todo o dia a mesma coisa, não tem mais solução...
Se meia palavra basta, do que é que ela tem certeza que ele tá falando?! Da "droga" da rotina da vida deles... Tô errada?! E aí pronto... lá se foi a paz...
E esse é só um exemplo simples e bobo, mas prova que muitas vezes precisamos de perguntas e respostas claras e objetivas, antes de sair "achando" que entendeu...


21 de março de 2010

A Invenção da Mentira

Fazia tempo que eu não assistia uma comédia romântica inteligente... Sim, porque essa é inteligente. Levanta dúvidas e dá chance de rever valores. Faz pensar...

Mark Bellisson é um escritor frustrado que conseguiu mentir num mundo onde não há mentiras. Onde todos só dizem a verdade. Nua e crua, assim, na cara, doa a quem doer. A palavra 'mentira' nem mesmo existe neste mundo. Ele a inventou. E junto com ela, inventou o caos...

O filme mesmo é bem bobo, e seria patético se não fosse a invenção da mentira...


18 de março de 2010

...

"Deveríamos fazer do comum algo de extraordinário e então nos surpreenderíamos descobrindo que está muito perto de nós a fonte de prazer que buscamos em algum lugar distante e difícil.
Estamos, muitas vezes, a ponto de pisar na maravilhosa utopia mas acabamos olhando por cima dela com nosso telescópio."
- Ludwig Tieck, poeta, romancista, crítico, tradutor e editor alemão, fez parte do movimento do romantismo do final do século XVIII e inicio do XIX.


9 de março de 2010

...