10 de fevereiro de 2011

Para refletir...

"A relação deve ser uma união, não uma fusão.
Neste último caso, o resultado é que não há mais espaço para a individualidade.
Quando as partes se unem, mas permanecem íntegras, é possível criar um vínculo mais duradouro".
- Waldemar Magaldi Filho, psicólogo

"Uma coisa é mistério, outra é segredo.
O primeiro é excitante, nos faz querer descobrir um pouco mais sobre a pessoa amada. O segundo normalmente envolve mentiras, que são negativas, diz o psicólogo junguiano Waldemar Magaldi Filho.
A questão, portanto, é: onde termina o direito de se resguardar e começa o risco de magoar a si mesmo ou ao outro?

Nem todo segredo é uma mentira, mas, às vezes, o outro mente com a maior cara lavada. Por quê? - Segundo Magaldi, "mente para esconder sua vulnerabilidade".
Muitas pessoas realmente têm dificuldade de aceitar que não são plenas nem perfeitas e escondem alguma característica que revelaria sua fragilidade. Temem ser repreendidas por isso.
Elas também "criam versões" para fatos a fim de defender seu direito à privacidade, alegando que só querem manter a relação amorosa em paz e que, como a marcação do outro normalmente é cerrada, precisa ser driblada, afim de evitar discussões.
De todo modo, se algumas pessoas revelam falta de ética, demonstrando que não se importam com os parceiros, outras indicam que se importam até demais, não querendo perder a admiração deles..."


Nenhum comentário :