20 de abril de 2013

A Mentira numa relação...

- Recebi por email, mas veio sem autor... ainda assim, achei legal dividir, já que é um assunto sempre tão comum...

"Uma das mais recorrentes causas de separação é, sem dúvida, a mentira. É uma das maiores causas de problemas.
Mas muitas vezes não se olha para a total extensão deste problema.

A mentira é vulgarmente abordada com um olhar egoísta. Isto é, pelo ponto de vista de quem é enganado ou a quem se mente. Mas quem mente entra também numa espiral complicada e perigosa. Há situações que levam a mentir. Demasiadas situações.
Depois o embaraço ou simplesmente a vergonha leva-nos a mentir para ocultar uma anterior mentira.

Depois, a vida complica a cada hora. O medo de ser descoberto, a angústia de esconder algo a alguém que se ama, o constante sobressalto e o medir as palavras faz com que, quem mente, viva numa constante angústia.
Estes estados profundos de preocupação levam frequentemente a irritabilidade, depressão e até mesmo a estados quase suicidas. Há constantemente uma sensação de vivermos uma vida dupla. Em casos extremos o próprio vê-se como outra pessoa, tentando imaginar uma vida diferente fantasiosa, levando a mais mentiras e fugas.

Uma mentira, por mais inocente que pareça, é sempre demais perigosa. Mesmo as consideradas mentiras "brancas" ou de "piedade" podem degenerar em perigosas espirais de mentira, arrastando-nos e prendendo-nos a uma realidade falsa.

Pense bem na sua vida. Olhe em seu redor e veja como pode evitar ou resolver questões antigas. Acredite que existe sempre uma solução e que mais mentiras não sanam, pelo contrário, acentuam e agravam os problemas. Muitas vezes as situações resolvem-se de uma forma relativamente simples com diálogo e após uma sequência de mentiras apenas ficam mais complicadas chegando mesmo a não ter saída ou solução."


Nenhum comentário :